Moradores de Umuarama, Prudentópolis e Ponta Grossa ganham prêmios de junho

27/06/2017

Os principais prêmios de junho do Programa Nota Paraná, com valores de R$ 80 mil, R$ 120 mil e R$ 200 mil, foram para as mãos de três moradores do interior do Estado, dos municípios de Umuarama, Prudentópolis e Ponta Grossa. Um deles é estudante, outro é aposentado e o terceiro, cobrador de ônibus. Eles pediram “CPF na nota” em compras do varejo e foram sorteados em um mês especial, quando os prêmios são multiplicados por quatro. 

O governador Beto Richa e o secretário da Fazenda em exercício, George Tormin, entregaram os cheques aos ganhadores nesta sexta-feira (23), em solenidade no Palácio Iguaçu, em Curitiba. Richa ressaltou que o Nota Paraná se consolidou com um grande programa e já distribuiu mais de meio bilhão de reais em prêmios e créditos aos contribuintes.

Ele lembrou que o programa está entre as medidas do ajuste fiscal feito pelo governo estadual e tem contribuído com a arrecadação do Estado. “O programa combate a sonegação fiscal e a concorrência desleal. Além disso, a partir do momento em que as pessoas têm a consciência da importância de pedir a nota fiscal, também melhora a receita do Estado”, afirmou. “Com a receita do governo ampliada, temos condições de oferecer mais e melhores serviços à população e investir em áreas prioritárias”, acrescentou.

ESTIMULAM
 - Com o Nota Paraná e obrigatoriedade dos comerciantes emitirem a Nota Fiscal Eletrônica, o Paraná se tornou o Estado que mais processa esses documentos no Brasil, explicou o secretário da Fazenda em exercício. “O Paraná é hoje o único estado brasileiro em que todo o comércio varejista emite a Nota Fiscal Eletrônica ao consumidor", disse Tormin. “O Nota Paraná e o aplicativo Menor Preço estimulam bastante a emissão de notas fiscais, cerca de 4 milhões de documentos são processados por dia. É um programa de sucesso”, afirmou. 

PREMIADOS – O estudante de engenharia civil Thiago Hilário da Cruz, de Ponta Grossa, que completa 23 anos neste sábado, 24 de junho, foi o grande sortudo do mês e recebeu um cheque de R$ 200 mil das mãos do governador. Ele tinha apenas quatro bilhetes, referentes a R$ 155 em compras, e recebeu o maior prêmio de junho.

“Estava visitando uma obra com um professor da universidade quando recebi a ligação com a informação sobre o prêmio. Nem acreditei na hora”. O estudante pensa em investir o dinheiro. “Eu me formo no ano que vem e estava vivendo bem até agora. O prêmio é um acréscimo, por isso quero investir muito bem”, afirmou.

O auditor fiscal da Receita Federal aposentado Wanaldir Aparecido Maia, 61 anos, de Prudentópolis, ganhou o segundo maior prêmio, no valor de R$ 120 mil. “Não tinha expectativa de ganhar. É uma emoção muito grande. Trabalhei a vida inteira com tributos e acho muito importante que um programa como o Nota Paraná incentive a cidadania fiscal”, comentou ele, que pretende usar o dinheiro para dar entrada em uma casa. 

O prêmio de R$ 80 mil saiu para Dival Sebastião Bernardo da Silva, 57 anos, cobrador de transporte urbano de Umuarama. “Tinha esperança de ganhar. Conheço duas mulheres que ganharam”, contou. O prêmio vai para o pagamento de prestação da casa e para ajudar os filhos. 

SORTEIOS
 – Além de devolver parte do ICMS pago pelos contribuintes, todos os meses, o Nota Paraná sorteia 250 mil prêmios em dinheiro. Os três maiores são de R$ 50 mil, R$ 30 mil e R$ 20 mil e, em datas especiais, como o Natal, mês das mães, dos namorados, dos pais e das crianças, eles são quadruplicados para R$ 80 mil, R$ 120 mil e R$ 200 mil. Os outros prêmios têm valores menores, de R$ 10, R$ 20, R$ 50, R$ 250 e R$ 1 mil. 

Até agora, foram distribuídos 4,75 milhões de prêmios em 19 sorteios. Toda primeira compra do mês gera um bilhete, independentemente do valor. Depois, cada R$ 50 em notas fiscais dá direito a um novo bilhete, com validade apenas para o sorteio do seu respectivo período. O mesmo CPF pode receber mais de um prêmio no sorteio.

O PROGRAMA – Lançado pelo Governo do Estado em agosto de 2015, o Nota Paraná conta com 1,6 milhão de pessoas cadastradas e já disponibilizou R$ 540 milhões em prêmios e créditos. O placar está no site do programa (www.notaparana.pr.gov.br). 

O Nota Paraná liberou R$ 25,7 milhões a cerca de mil instituições sociais sem fins lucrativos cadastradas no programa. Elas atuam nas áreas de assistência social, saúde, defesa e proteção animal, desportiva e cultural e passaram a fazer campanhas e disponibilizar urnas no comércio para recebimento de doações de documentos fiscais.

UM ANO - No mês de junho, completa-se um ano que as entidades sociais também passaram a receber os créditos do Nota Paraná. Em junho de 2016, aproximadamente 300 instituições receberam cerca de R$ 170 mil do programa. Neste mês, foram distribuídos R$ 3,5 milhões, entre créditos e sorteios, a 1.050 entidades cadastradas. 

Em um ano, já foram destinados R$ 25,7 milhões a instituições que atuam nas áreas de assistência social, saúde, defesa e proteção animal, esporte e cultura.

Para doar a nota uma entidade social, o contribuinte não pode informar seu CPF no momento da compra. A nota fiscal pode ser depositada nas urnas que as instituições espalham pelo comércio ou o contribuinte faz a doação diretamente no site www.notaparana.pr.gov.br ou no aplicativo do programa, na aba “Minhas Doações”.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.