Sorteios de prêmios

Trevo

Para participar dos sorteios de prêmios mensais basta acessar o sistema e aderir ao regulamento, no perfil do cadastro.

Ao solicitar seu CPF na nota você ganhará um bilhete eletrônico pela primeira compra e mais um bilhete a cada R$ 200,00, cumulativamente.

Os prêmios do sorteio poderão ser utilizados para abater do IPVA, creditados na conta bancária ou transferidos para o Paraná Pay.

Cadastre-se, autorize sua participação no sorteio e concorra!

 

Consulte a lista de bilhetes premiados e os relatórios de auditoria.

Conheça o regulamento dos sorteios , de que trata o § 2º do art. 3º da Lei nº 18.451, de 6 de abril de 2015.

 
Local onde são realizados os sorteios

Receita Estadual de Maringá

  • Endereço: Avenida Prudente de Morais, 211, Maringá, Paraná.
  • Horário: 9h30

Os sorteio são transmitidos pelo Facebook: https://www.facebook.com/notaparanaoficial

 
Cronograma

O cronograma estabelece as datas-limite para manifestação de concordância ou de desistência do consumidor, a data da extração da Loteria Federal que servirá de base para a apuração dos contemplados, a data da realização dos sorteios e a data limite para publicação dos resultados.

 
Software
  • Confira o manual que descreve o funcionamento do software de Sorteio da Nota Paraná, versão 1.20.20, revisão 1, cuja assinatura digital (Hash MD5) do arquivo Sorteio.jar é 'E156138D2C4D620B956F8CC3AEB1C561'.
  • Consulte a descrição do software, que foi desenvolvido pelo IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo, na linguagem de programação Java, versão 1.6.0_06.
  • Baixe o aplicativo e faça o sorteio. É necessário instalar o JAVA, versão 1.6.0_06 e ler o Manual do Software do Sorteio .
 
Perguntas e respostas sobre os sorteios

 

QUANTO VOU GANHAR

A cada R$ 200,00 em compras você ganha um bilhete eletrônico. Com ele você concorre a prêmios que vão desde R$ 10,00 até R$ 1.000.000,00, todos os meses.

A cada mês é realizado um sorteio com base na loteria federal, e milhares de pessoas serão premiadas. O primeiro sorteio foi realizado em dezembro/2015, com os bilhetes gerados das compras de agosto/2015. Você poderá conferir seus bilhetes eletrônicos na aba bilhetes ou sorteios, no caso do aplicativo.

Cada bilhete é válido para um único sorteio. Mensalmente são gerados novos bilhetes para o próximo sorteio.  

Todas as suas compras de um mês são somadas para gerar os bilhetes eletrônicos. Assim, se você faz 4 compras de R$ 70,00, totalizando R$ 280,00, serão gerados 2 bilhetes eletrônicos. Além disto, a primeira compra do mês também gera um bilhete eletrônico, independentemente do valor. Apenas compras abaixo de R$ 10.000,00 geram bilhetes.

Assista ao vídeo que descreve como funciona o mecanismo de cálculo dos créditos do Nota Paraná para quem pede CPF na Nota.

 

 
Devolução do ICMS

O Governo devolve 30% do imposto recolhido pelas empresa menores e 10% pelas maiores.

Por este motivo, não é possível calcular na hora da compra o quanto você vai ganhar. É uma devolução do imposto; então é necessário aguardar o pagamento ser realizado pelos lojistas para que o governo possa calcular o valor a ser devolvido.

As empresas calculam mensalmente o imposto a pagar. Este valor varia muito mês a mês. Depende de variáveis como o valor total do faturamento e o volume de compras no mês. Ou seja, mesmo que você compre o mesmo produto pelo mesmo valor, o valor a ser devolvido muda, pois o retorno depende de quantas pessoas pediram o CPF nas compras ou doaram para as entidades sociais.

E como se faz o cálculo? Simples:

  • Aguardamos até o terceiro mês depois da compra, para o fechamento e pagamento do imposto pelos lojistas.
  • Calculamos 30% do que foi pago. 
  • Dividimos este valor proporcionalmente entre todos que pediram CPF na Nota.
 
Exemplos práticos
 
Exemplo 1

Você comprou um produto numa certa loja por R$ 1.000,00 e pediu CPF na nota.

Outra pessoa comprou algo na mesma loja por R$ 500,00 e pediu CPF na nota.

Todos os outros clientes compraram sem pedir CPF na nota.

O lojista fechou o cálculo do ICMS do mês e pagou R$ 80,00.

Cálculo:

  • 30% do imposto que o lojista pagou -> 30% x 80,00 = 24,00 (valor a ser devolvido)
  • Total de compras com CPF na Nota: -> 1.000,00 + 500,00 = 1.500,00
  • Seu valor: -> 1.000,00/1.500,00 x R$ 24,00 = R$ 16,00
  • Valor do outro cliente: -> 500,00 / 1.500,00 * R$ 24,00 = 8,00

Distribuição do ICMS pago pelo lojista:

  • Estado                                R$ 56,00
  • Você                                   R$ 16,00
  • Outro Cliente                      R$   8,00
  • TOTAL                                R$ 80,00
 
Exemplo 2, com mais consumidores pedindo CPF na nota

Você comprou um produto por R$ 1.000,00 e pediu CPF na nota.

Outra pessoa comprou algo por R$ 500,00 e pediu CPF na nota.

5 pessoas pediram CPF na nota num total de R$ 3.500,00

Todos os outros clientes compraram sem pedir CPF na nota.

O lojista fechou o cálculo do ICMS do mês e pagou R$ 80,00.

Cálculo:

  • 30% do imposto que o lojista pagou -> 30% x 80,00 = 24,00 (valor a ser devolvido)
  • Total de compras com CPF na Nota: -> 1.000,00 + 500,00 + 3.500,00 = 5.000,00
  • Seu valor: -> 1.000,00/5.000,00 x R$ 24,00 = R$ 4,80
  • Valor do outro cliente: -> 500,00 / 5.000,00 * R$ 24,00 = 2,40
  • Demais clientes: -> 3.500,00/5.000,00 * R$ 24,00 = 16,80

Distribuição do ICMS pago pelo lojista:

  • Estado                                  R$ 56,00
  • Você                                     R$   4,80
  • Outro Cliente                        R$   2,40
  • Demais clientes                    R$ 16,80
  • TOTAL                                  R$ 80,00

 

Ou seja, mesmo comprando a mesma coisa, seu crédito é menor porque mais pessoas compraram pedindo CPF na nota.

 

 

Outra coisa importante a lembrar é que muitas empresas não pagam ICMS. Assim, há situações em que, independentemente do valor da compra, o Estado não recebe nada e, portanto, não há devolução. Mas em qualquer caso são gerados bilhetes para concorrer aos sorteios. 

Também não importa se sua compra é de um produto que não paga imposto. Se o estabelecimento pagou ICMS, então você entra no rateio e recebe sua parte.

 

Então, não custa lembrar: peça sempre CPF na nota.